[PS2]Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII

Relacionado a qualquer tipo de jogo e plataforma. Tutoriais, reviews, dicas, entre outros.
Responder

Nota para o tópico:

5 - Excelente!
2
29%
4 - Ótimo!
3
43%
3 - Bom.
1
14%
2 - Mais ou menos.
0
Não há votos registrados
1 - Ruim.
0
Não há votos registrados
0 - Horrivel!
1
14%
 
Total de votos: 7

Valariz
Super Membro
Mensagens: 1319
Registrado em: Sáb Mai 20, 2006 9:14 pm

[PS2]Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII

Mensagem por Valariz » Qua Jan 02, 2008 9:30 pm

Imagem

Nome:Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII
Plataforma:PlayStation2
Fabricante:Square Enix
Lançamento:15/08/2006
Distribuidora:Square Enix

Não há dúvidas de que "Final Fantasy VII" é um episódio especial na mais famosa série de RPG japoneses: foi o primeiro da franquia para o PSOne, inaugurando a era das superproduções para os videogames, e seu lançamento aconteceu numa época em que o gênero acabava de sair de um período de preconceito. O resultado? Uma legião de fãs.

Com status de quase mito, o sétimo episódio de "Final Fantasy" inventou também um outro conceito: o de ser uma série dentro de uma série. O game se expandiu e surgiu uma linha inteira baseada em seus personagens e universo, a qual se deu o nome de "Compilations of Final Fantasy VII". O projeto engloba um filme de animação em computação gráfica, "Advent Children", lançado recentemente, um game para celular, "Before Crisis", um título inédito para PSP, "Crisis Core", e este "Dirge of Cerberus", para PlayStation 2.

A característica mais forte de "Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII" é o de tiro em primeira pessoa - FPS na sigla em inglês -, mas, em menor escala, também há elementos de ação e combate, como os de "Devil May Cry". Some-se a isso pitadas de RPG, como melhoramento das capacidades do protagonista e o uso de itens, e eis a receita do game.

O personagem central é Vincent Valentine, um atirador de aparência sombria, igual ao seu passado. Nada mal para aquele que era apenas um guerreiro opcional no game original. Alguns anos depois dos episódios de "Final Fantasy VII", um grupo de soldados de elite, o Deepground, querem reviver a poderosa arma Omega e destruir o mundo, mas precisam de Vincent para isso.

Naturalmente, "Dirge of Cerberus" ajuda a completar o quebra-cabeça da cronologia do universo de "Final Fantasy VII", que envolve experimentos genéticos com seres alienígenas, uma corporação inescrupulosa e aqueles que combatem essa organização. Porém, o foco está mesmo na história do próprio personagem, até agora envolvido em muitos mistérios.

O game começa promissor, trazendo vídeos em computação gráfica belíssimos, uma especialidade da produtora Square Enix. A qualidade é muito próxima a de "Advent Children", lançado para DVD, ou seja, um deleite visual. O problema é que o restante do game não corresponde às expectativas da apresentação.

Como dito, a mecânica principal é a mesma de um jogo de tiro em primeira pessoa, mas aqui a visão é em terceira pessoa, com o personagem sendo mostrado no lado esquerdo da tela na maioria das vezes. Até existe uma visão típica de FPS, mas como há muitos movimentos que fazem voltar para a de terceira, como o pulo e o deslocamento rápido, é impraticável manter esse tipo de câmera. E o mesmo comando para ativar essa visão também aciona a de tiro de precisão - isso depende se a arma está com a mira telescópica -, então esse é um caso de configuração ruim de controle.

O comando da mira não é ruim, trazendo boa sensibilidade e precisão, e está equilibrado com a velocidade de deslocamento do personagem. Essa foi uma mudança que a produtora Square Enix fez para edição norte-americana e, como resultado, o personagem está bem mais ágil e confortável de controlar. Para quem não tem muita intimidade com o gênero, há opções de mira semi-automática e até automática.

Além disso, Vincent traz uma série de movimentos típicos dos games de ação e aventura, como saltos duplos e deslocamentos rápidos. Aqui, os golpes "melee", ou seja, corpo-a-corpo, podem ser feitos como uma seqüência de ataques, mas não são muito eficientes, pois não é tão fácil de acertar e, ao final do "combo", a recuperação dos movimentos é bastante lenta, deixando o jogador muito exposto aos ataques. Tudo isso é proposital, pois a mecânica principal é o tiro, mas não deixa de ser um pouco frustrante.

"Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII" melhorou em relação ao original japonês, mas não o suficiente para se tornar um grande jogo. Os combates até divertem, mas na primeira metade, o jogador é interrompido a todo instante para que o game conte mais um pouco da história. Tanto é que o título fica melhor na segunda parte e com as missões extras. Mesmo assim, falta substância para se tornar um jogo de tiro em primeira pessoa robusto. Já para os aficionados em "Final Fantasy VII", será um deleite preencher mais um pouco as lacunas de um dos personagens mais misteriosos da série.

Para ver imagens do jogo, clique aqui.

Fonte: UOL Jogos

frezend1
Super Membro
Mensagens: 912
Registrado em: Qua Mar 14, 2007 1:31 pm

Mensagem por frezend1 » Qua Jan 02, 2008 9:33 pm

esse eh foda MSMO
esse eu tenho
=DD
vale a pena

helivelton
Membro (Marechal)
Mensagens: 1350
Registrado em: Qua Fev 28, 2007 4:04 pm
Maker Preferido: Rpg Maker 2003

Mensagem por helivelton » Qui Jan 03, 2008 3:01 pm

Adoro RPG, Principalmente Final Fantasy!
Mas desculpe prefiro Zelda^^!
Zelda é 10 Final Fantasy 9 Crono Cross 8!

Hehe!

Valariz
Super Membro
Mensagens: 1319
Registrado em: Sáb Mai 20, 2006 9:14 pm

Mensagem por Valariz » Qui Jan 03, 2008 3:34 pm

helivelton escreveu:Adoro RPG, Principalmente Final Fantasy!
Mas desculpe prefiro Zelda^^!
Zelda é 10 Final Fantasy 9 Crono Cross 8!

Hehe!
Zelda? Eu achava que era legal quando a Nintendo ainda tinha creatividade, hoje ela é uma merda total. Só lança console porco como o DS e o Wii. Além de ficar repetindo os jogos de uma forma mais sutil, criando vários jogos com praticamente a mesma merda, você pode reparar o tanto de jogo de Pokémon, Zelda e Mario que a Nintendo fez, é a única coisa que ela parece saber fazer. Mas enfim, se você gosta a opinião é sua, a série é boa, mas a Nintendo faz merda com ela.

helivelton
Membro (Marechal)
Mensagens: 1350
Registrado em: Qua Fev 28, 2007 4:04 pm
Maker Preferido: Rpg Maker 2003

Mensagem por helivelton » Qui Jan 03, 2008 3:49 pm

É nisto vc tem razão!
Eles repetem muito os jogos!
Meu irmão tem um Game Cube, e um Nintendo 64, eu jogo de vez enquando, jogo mais Sonic Hero, e Mario de Football, e claro Zelda^^!

Mas to pensando em pedir um PS2 pra minha mãe, claro o meu aniversario passou e nada ganhei, pois ta em construção a casa!
Mas ja ta terminando so falata pintar!(so metade o.O)

Dai posso pedir, e o ruim é q naum tem Guitar Hero pra GC!
Mas ta valendo!
flw...

frezend1
Super Membro
Mensagens: 912
Registrado em: Qua Mar 14, 2007 1:31 pm

Mensagem por frezend1 » Qui Jan 03, 2008 3:58 pm

Ps2 vale a pena sim, pode pedir q vale cada centavo
:happy:

helivelton
Membro (Marechal)
Mensagens: 1350
Registrado em: Qua Fev 28, 2007 4:04 pm
Maker Preferido: Rpg Maker 2003

Mensagem por helivelton » Qui Jan 03, 2008 4:18 pm

É sim frezend1!
Depois que salvei no Crono Cross de PS1, Fiquei na seca por um RPG melhor, coisa que naum encontrei pra ps1, so Crono Cross e Crono Trigger msmo!

Também gostava de Crash, bem legal e simples!
Mas mario também, alias são tentadores :beat_plaster:

Minhas 118 Estrelinhas no Mario 64, sem olhar em detonado nenhum!
Pra quem naum sabe saum apenas 120 :smile:

Meu esforço de meses de pesquisa, ai;.... ai.......
(to falando nada com nada)

mas tah otimo...........

Editado:

Ja tentei ligar pro Bom dia e Cia, mas nada, queria pedir um ps2 e ficar:........
pleisteichion..... pleisteichion......... pleisteichion
HUSHAUHSUuahsuhaushuhe!

frezend1
Super Membro
Mensagens: 912
Registrado em: Qua Mar 14, 2007 1:31 pm

Mensagem por frezend1 » Qui Jan 03, 2008 4:31 pm

ueahaeuaheueahueahueah
enfim, faz que nem eu fiz, arranja grana pra um PS2 e cata o emulador de ps1 no PC
XDD
crash eu axo lgl, mas enjoativo tbm, mario 64 eh impressionantemente viciável
XD
eu jah viciei sim, velhos tempo
hehehehe
enfim, pra nintendo eu parei no 64, pra sony, eu quero que quero um ps3!!
XD

:byebye:

Valariz
Super Membro
Mensagens: 1319
Registrado em: Sáb Mai 20, 2006 9:14 pm

Mensagem por Valariz » Qui Jan 03, 2008 7:14 pm

O PS3 não compensa cara. Eu acho que não compensa, o preço é alto demais e os jogos não sofreram tantas transformações gráficas, fica mais ou menos a par do XBOX, que além de ser muuuito mais barato ainda dá pra jogar na Live, sem falar que o XBOX já tem vários jogos para o mesmo, o PS3 não.

frezend1
Super Membro
Mensagens: 912
Registrado em: Qua Mar 14, 2007 1:31 pm

Mensagem por frezend1 » Qui Jan 03, 2008 7:50 pm

eu sei, mas eu nao tenho grana pra nenhum msmo
x)
mas enfim...eh claro q eu vo esperar pra arranjar um ps3 sim! mas o XBOX tambem eh mto bom...
anyways...axo que prefiro o ps3!
=P

:byebye:

israellion
Membro (Cabo)
Mensagens: 149
Registrado em: Qua Nov 15, 2006 5:04 pm
Maker Preferido: Rpg Maker 2003
Localização: Brasil

Mensagem por israellion » Sáb Jan 05, 2008 3:06 pm

esse eu ja finalizei é bom mesmo!
ainda mais quando vira CHAOS^^ :happy:
o Vincent é o cara^^ :beat_plaster:
Imagem
Imagem
Imagem
CHAOS

crauser
Membro (Major)
Mensagens: 372
Registrado em: Seg Dez 25, 2006 3:08 am
Maker Preferido: Rpg Maker 2003
Localização: Porto Alegre RS

Mensagem por crauser » Sáb Jan 05, 2008 11:51 pm

Final Fantasy era bom. agora com o Dirge of cerberus ficou melhor ^^.
o jogo é dez tem uns efeitos de iluminação show de bola. a ação é constante do inicio ao fim. praticamente é o jogo perfeito ^^.

fallow!!! :ewhz_:
A corrida para a excelência não tem linha de chegada.

O sucesso tem feito o fracasso de muitos homens.

O sentido da vida consiste em que não tem nenhum sentido dizer que a vida não tem sentido.

http://www.holy-war.net/?ref=17866-1PTHW

Responder